Estatísticas sobre o Vício em Jogos de Azar 2024

In this guide, you'll find an extensive list of gambling addiction statistics from across the globe.

As estatísticas sempre são interessantes, mas, às vezes, difíceis de encontrar. Lemos centenas de trabalhos e buscamos dados na Internet para compilar estatísticas sobre o vício em jogos de azar. Muitos dados nos surpreenderam e alguns foram um verdadeiro choque!

Também temos orgulho de apresentar a primeira pesquisa que fizemos sobre o comportamento de jogo entre os nossos usuários no QuitGamble.com: foram 3300 respostas de pessoas com problemas de vício em jogo e, até hoje, esta é a pesquisa mais extensa que vimos sobre este assunto. No total, as estatísticas de dependência do jogo a seguir foram compiladas de mais de 150 fontes.

Aqui está um resumo de tudo que você vai descobrir nesta página:

    Principais Estatísticas de Dependência do Jogo

    • A Letônia tem os maiores problemas de vício em jogo em todo o mundo.
    • No Brasil, 1,3%, ou perto de 3 milhões de brasileiros, têm problemas com jogos de azar.
    • 300 mil portugueses lutam com o problema do vício em jogos de azar.
    • Até 20 milhões de estadunidenses têm problemas com jogos, ou correm este risco.
    • 50,2% de todas as pessoas que usam máquinas caça-níqueis têm problemas com jogos de azar.
    • O custo social de um viciado nessa área (PGSI 8+ – Índice de Gravidade do Jogo Problemático) é de mais de 30.000 dólares por ano.
    • A prevalência do vício em jogos de azar em homens é até duas vezes maior do que entre mulheres.
    • As máquinas caça-níqueis são as mais viciantes. 74% dos jogadores problemáticos jogam nessas máquinas.
    • 77% dos viciados em jogos apostam on-line.
    • Quem usa a linha direta de jogos da Califórnia gasta 46 mil dólares anualmente em jogos de azar.
    • As taxas de suicídio entre jogadores problemáticos são quinze vezes maiores do que as da população em geral.
    • 60% dos jogadores viciados fumam e 26% são alcoólatras.
    • Nos EUA, 3% dos jogadores problemáticos têm mais de 300 mil dólares em dívidas de jogo.

    Estatísticas de Dependência do Jogo – Globais

    Os jogos de azar são um problema global — de 1,2 a 6,0% da população mundial é viciada neles. Mas qual país tem a maior taxa de vício em jogos? Qual tem mais viciados em jogos no mundo? E qual percentagem da população dos EUA tem o vício em jogos de azar?

    • A Letônia possui a maior taxa proporcional do mundo de viciados em jogos de azar — 6,0% da sua população.
    • A China tem 60 milhões de pessoas, ou 4% da população, viciadas em jogos de azar — a maior do Planeta.
    • No Brasil, 2,8 milhões de jogadores, ou 1,3% da população, são impactados negativamente por este vício.
    • Nos Estados Unidos, de 1,2 a 6,2% são viciados em jogos de azar. Isto significa que até 20 milhões de pessoas têm problemas ou estão em risco.
    • Na Austrália, 3,1% da população sofrem com os problemas decorrentes deste vício.
    • 1,2 milhão de canadenses, ou seja, 3,2% da população, sofrem com jogos de azar.
    • Outros países europeus: Áustria, 1,1%; Dinamarca, 3,2%; Finlândia, 3,3%; França, 2,9%; Alemanha, 2,3%; Itália, 3,0%; Noruega, 1,4%; Portugal, 2,9%; Espanha, 2,2%, Suécia, 4%; e Reino Unido, 2,8%.

    ___________

    Quellen: EGBA, ENG.IMS, GamblingResearch, Griffiths (2016), IHE, Malischnig (2018) Meyer (2021) Rotermann (2022), Valleur (2015), SFI, Syvertsen (2022)

    Quem é mais afetado pelo vício em jogos?

    Há mais homens viciados em jogos de azar do que mulheres? Quais grupos etários sofrem com isto? Crianças podem ter problemas com estes jogos? E os estudantes universitários? Que percentagem de adolescentes está em risco de desenvolver um problema com os jogos de azar?

    Prevalência do vício em jogos entre gêneros e grupos etários

    • Vários estudos mostram que a prevalência de vício em jogos de azar entre homens é até duas vezes mais comum do que entre mulheres.
    • O grupo etário com mais viciados em jogos de azar é de 18 a 24 anos, com 7,1%.
    • Entre os que têm de 25 a 35 anos, mais de 5% têm problemas com isto.
    • Entre as pessoas com 35 a 54 anos, 2,7% da população sofrem com o vício em jogos de azar.
    • Pessoas com mais de 55 anos são as menos propensas a serem viciadas neste tipo de jogos, com 0,5%.
    • 4-5% das crianças de 12 a 17 anos mostram um ou mais sinais de problemas com jogos de azar. Um estudo mostrou que 10 a 14% dos alunos do ensino médio estão na zona de risco de desenvolver problemas neste campo. Meninos jogam mais do que meninas.
    • 75% dos estudantes universitários jogaram nos últimos 12 meses.
    • 6% dos estudantes universitários jogam compulsivamente, e outros 8% estão em risco de desenvolver o vício.
    • O problema com jogos de azar é mais comum entre as pessoas que vivem sozinhas.

    Prevalência do vício em jogos entre gêneros e grupos etários

    • Vários estudos mostram que a prevalência de vício em jogos de azar entre homens é até duas vezes mais comum do que entre mulheres.
    • O grupo etário com mais viciados em jogos de azar é de 18 a 24 anos, com 7,1%.
    • Entre os que têm de 25 a 35 anos, mais de 5% têm problemas com isto.
    • Entre as pessoas com 35 a 54 anos, 2,7% da população sofrem com o vício em jogos de azar.
    • Pessoas com mais de 55 anos são as menos propensas a serem viciadas neste tipo de jogos, com 0,5%.
    • 4-5% das crianças de 12 a 17 anos mostram um ou mais sinais de problemas com jogos de azar. Um estudo mostrou que 10 a 14% dos alunos do ensino médio estão na zona de risco de desenvolver problemas neste campo. Meninos jogam mais do que meninas.
    • 75% dos estudantes universitários jogaram nos últimos 12 meses.
    • 6% dos estudantes universitários jogam compulsivamente, e outros 8% estão em risco de desenvolver o vício.
    • O problema com jogos de azar é mais comum entre as pessoas que vivem sozinhas.

    Estatísticas de Dependência do Jogo em grupos étnicos

    Alguns estudos mostram diferenças nas taxas de vício em jogos de azar em diferentes grupos socioeconômicos. Qual grupo étnico joga mais? Qual grupo racial tem as maiores taxas de jogo problemático? Quais são as taxas de vício em jogos entre diferentes etnias?

    • Entre a população de língua espanhola em Illinois, 7,3% tinham problemas de jogo em 2021.
    • 4,8% dos estadunidenses asiáticos relataram jogar de forma problemática.
    • 3,6% dos afro-americanos lutam para controlar seu vício em jogos.
    • 2,9% da população americana branca em Illinois atende aos critérios para o vício em jogos de azar.
    Vício em jogos de azar em grupos étnicos nos Estados Unidos

    _______________

    Quellen: Appleby (2017), BeGambleAware, CDPH, FCCG, GWL, IDSH1, IHE, Journal of Gambling Issues, LU, KNPR, Nower (2015) NYCPG, OAPGG, QG Survey 2024, ResearchGate, TeenHelp, Wong (2010), Wong (2016),

    Comportamento de Jogo Entre Viciados em Jogos

    Quais jogos de cassino são mais viciantes? No que os jogadores problemáticos apostam? Existem estatísticas sobre como realmente são as máquinas caça-níqueis? Jogadores on-line são mais propensos a desenvolver este vício, comparados aos jogadores offline? As seguintes estatísticas de jogo problemático vêm de uma pesquisa conduzida entre 3300 viciados em jogos no QuitGamble.com, em 2024. Então, quais tipos de jogo estão mais associados ao vício?

    Quais Jogos Causam Mais Problemas?

    • 74% dos jogadores problemáticos jogam em máquinas caça-níqueis.
    • 33% dos viciados em jogos de azar se envolvem em apostas esportivas.
    • 32% dos jogadores problemáticos apostam em jogos de cassino ao vivo, 17% em loterias e 12% em bingos.
    • 50,2% de todos os jogadores de máquinas caça-níqueis têm problemas com jogos.
    Quais jogos de cassino são os mais viciantes? Aqui está uma lista dos jogos que mais causam vício em jogos de azar.

    Estatísticas do Jogo On-line em 2024 entre jogadores problemáticos.

    • 77% dos viciados em jogos de azar jogam on-line.
    • 36% dos jogadores problemáticos jogam em locais de jogos em terra firme.

    ___________

    Quellen: AGA, QG Survey 2024,

    Estatísticas das Consequências Financeiras do Jogo

    O jogo pode ter consequências financeiras devastadoras. Mas quanto os jogadores perdem? Quanto o jogo custa à sociedade? Qual é o impacto econômico do vício em jogos na sociedade? Que percentagem de pessoas sem-teto têm um vício em jogos? Quanto de dívida os viciados em jogos têm? Qual é o valor médio da dívida acumulada por viciados em jogos? Qual país perde mais dinheiro para o jogo?

    Quanto os Viciados em Jogos Perdem em Um Ano?

    • Um estudo mostrou que jogadores problemáticos estimaram perder uma média de US$ 16.750 por ano.
    • Quais países perdem mais dinheiro em jogos? Os australianos gastam mais dinheiro em jogos no mundo, mais de US$ 1.000 por jogador, por ano.
    • Na Califórnia, o jogador médio que ligou para a linha direta de jogos gastou US$ 46 mil por ano em jogos em 2020.
    • Jogadores em risco perdem cerca de US$ 3 mil anualmente, enquanto jogadores recreativos perdem cerca de US$ 500 anualmente.
    • Nos Estados Unidos, os estadunidenses gastaram US$ 250 bilhões em jogos em 2022, ou seja, US$ 764 por pessoa.
    • Apenas 50% do dinheiro apostado em cassinos vem de fundos que os clientes trazem consigo. O restante é dinheiro emprestado. Os cassinos cobram uma taxa de juros que varia de 3% a 10%, ou mais, por este serviço.
    • Um estudo com quase 300 indivíduos sem-teto mostrou que 23% tinham problemas com jogos de azar. Há uma forte conexão entre o jogo problemático e a falta de moradia.

    Estatísticas de Dívidas de Jogo

    A dívida de jogo inclui cartões de crédito, empréstimos bancários e de amigos/família. Quão grande é a dívida de jogo de alguém viciado em jogos de azar? Qual é o valor médio da dívida acumulada por estes viciados?

    • Entre os jogadores problemáticos dos EUA, 33% têm dívidas de jogo entre US$ 10 mil e US$ 50 mil, e outros 21%, na faixa de US$ 50 mil e US$ 100 mil.
    • 84,2% dos jogadores problemáticos têm dívidas. Apenas 15,8% dos jogadores problemáticos não as têm.
    • 3% dos jogadores problemáticos dos EUA têm mais de US$ 300 mil têm dívidas.
    • De acordo com as estatísticas de jogo problemáticas, os jogadores estão, em média, com US$ 15 mil em dívidas de jogos de azar.
    • 20% dos jogadores problemáticos declararam falência por causa de do que perderam neste tipo de jogos.

    Quanto Custa o Jogo de Azar para a Sociedade?

    Quais são os custos de saúde associados ao vício em jogos? Quanto os empregadores têm prejuízos com funcionários viciados nestes jogos?

    • Segundo um estudo sueco, uma pessoa com graves problemas de jogo (PGSI 8 ou superior) custa US$ 30 mil/ano. O custo inclui cuidados de saúde, tratamento, perda de produtividade, desemprego, criminalidade, ficar sem-teto e com suicídio.
    • Para um jogador problemático com PGSI 3+, o custo é de cerca de US$ 14 mil.
    • Na Suécia, o custo do jogo problemático foi superior a US$ 1,4 bilhões (14 bilhões de coroas).
    • Estudos na Austrália mostram custos semelhantes por jogadores problemáticos, como na Suécia. Em 2015, o custo estimado do jogo problemático na Austrália foi de US$ 3,5 bilhões (4,7 bilhões de dólares australianos).
    • O jogo problemático custa à sociedade stadunidense US$ 8 bilhões/ano.
    • No Reino Unido, o custo do jogo problemático ultrapassa US$ 2,2 bilhões/ano (1,8 bilhões de libras).
    Quanto Custa o Jogo de Azar para a Sociedade?

    Taxas de Atividade Criminal Relacionadas à Dependência de Jogo

    Há custos pessoais e sociais significativos ligados ao problema do jogo e ao crime. Pesquisas indicam uma forte associação entre o jogo problemático e a atividade criminal. Qual porcentagem de viciados em jogos comete crimes para sustentar o vício? Quanto os jogadores compulsivos roubam? Jogadores patológicos são mais criminosos do que os jogadores problemáticos?

    • 50% dos jogadores problemáticos já cometeram crimes.
    • 63% dos membros do GA emitiram cheques sem fundos e mais de 30% roubaram no local de trabalho.
    • 67% dos viciados em jogos que cometeram crimes afirmaram em um estudo que só o fizeram para sustentar diretamente o vício.
    • Em um estudo com 400 membros dos Jogadores Anônimos, mais de 57% disseram que haviam roubado dinheiro para financiar seus jogos. Em média, cada indivíduo roubou $135,000.
    • 73% dos prisioneiros mostraram sinais de problemas com jogos.
    • Um terço dos prisioneiros tem um histórico de jogo problemático.
    • Entre os criminosos identificados como jogadores problemáticos severos, 68,8% admitiram roubo ou obtenção ilegal de fundos para liquidar custos ou dívidas relacionadas ao jogo, em contraste com apenas 26,3% daqueles considerados jogadores problemáticos moderados.
    • Jogadores patológicos são presos quase duas vezes mais do que jogadores problemáticos e quase 6 vezes mais do que jogadores de baixo risco.
    • Apenas 5,4% dos prisioneiros com problemas de jogo relataram ter recebido tratamento ou participado de reuniões de autoajuda.

    Dinheiro nas Estatísticas de Vício em Jogos de Azar

    Com quanto dinheiro os viciados em jogos de azar contribuem para este setor? Qual é a porcentagem das receitas de jogos que vêm de jogadores problemáticos?

    • Em apostas esportivas, 86% da receita vem de 5% dos jogadores.
    • Em cassinos ao vivo e caça-níqueis, as perdas de 5% dos jogadores representaram entre 74% e 70% da receita dos cassinos.
    • 5% das contas de cassinos virtuais com as maiores apostas anuais representaram 82% da receita.
    • Caça-níqueis e jogos de cassino representaram 93% de toda a receita para empresas de jogos.

    _________

    Quellen: AGA, BBC, Blaszczynski, debt.org, GGS2, GOV, GREO, LWW, NatCen, ICTNews, IDSH1, IGA, IHE, Lesieur (1998), LSE Research, Schwer (2003), SGD, Statista 1, Statista 2, Walters (2005), William (2005),

    Quão Comuns são os Transtornos Decorrentes do Vício em Jogos de Azar?

    Quantos viciados em jogos de azar, segundo as estatísticas de problemas de jogo, têm histórico de problemas de saúde mental? Impressionantes 96% dos jogadores problemáticos também cumprem os critérios para outras doenças mentais.

    Qual é a relação entre o vício em jogos e o abuso de substâncias?

    • 60% dos jogadores problemáticos fumam, segundo onze estudos em vários países.
    • Quando se proibiu o fumo em locais de jogos na Austrália, Canadá, EUA e Europa, a receita dos cassinos caiu de 15 a 25%.
    • 28% dos jogadores problemáticos têm problemas com álcool, e 60% já tiveram problemas de alcoolismo em algum momento.
    • 17,2% têm transtorno por abuso de substâncias.
    • 69% experimentaram ansiedade séria ou sintomas de depressão no último ano (comparados com 10,8% entre não jogadores).
    • Outros comportamentos viciantes comuns entre pessoas com transtorno de jogo são: pornografia, 29%; jogos de vídeo, 26,7%; trabalho, 39,6%; e comida, 32,0%.
    Outros vícios ou transtornos comuns que os jogadores problemáticos têm são depressão, álcool, tabaco e pornografia.

    _________

    Quellen: IDSH1, Thought Hub, UNLV, Alberta Gambling Research Institute, Lorains (2011)

    Tratamento do Vício em Jogos de Azar e Taxas de Sucesso

    Qual porcentagem de viciados em jogos de azar procura tratamento? Qual é a taxa de sucesso do tratamento para o vício neste tipo de jogos?

    • Menos de 12% dos jogadores patológicos procuraram tratamento.
    • 44,6% disseram que estavam muito envergonhados para pedir ajuda.
    • 25% não procuraram ajuda porque não achavam que parariam de jogar.
    • Um estudo em Illinois mostrou que 64% das pessoas com problemas com jogos de azar tentaram jogar menos, mas dois terços não conseguiram.
    • Entre jogadores problemáticos, 38,0% receberam serviços no último ano para uso indevido de álcool, 36,3% para uso indevido de drogas e 36,8% para estresse ou depressão.
    • Menos de 10% dos 232 participantes consecutivos das reuniões dos Jogadores Anônimos se envolveram ativamente e conseguiram parar de jogar um ano depois.

    ________

    Quellen: Brown (1988), IDSH1, Slutske (2006)


    Vollständige Quellenliste

    AGA: American Gaming Association

    Appleby (2017): Suicide by children and young people. National Confidential Inquiry into Suicide and Homicide by People with Mental Illness (NCISH). Manchester: University of Manchester

    Blaszczynski (1989) – Blaszczynski, A., McConaghy, N., & Frankova, A. (1989). Crime, antisocial personality, and pathological gambling. Journal of Gambling Behavior, 5(2), 137-152.

    GGS. Gambling in the Golden State 1998 Forward, By Charlene Wear Simmons, Ph.D. Assistant Director

    IDSH: 2021 Statewide Assessment of Gambling and Problem Gambling in Illinois

    Lorains (2011) Prevalence of comorbid disorders in problem and pathological gambling: a systematic review and meta-analysis of population surveys

    Lesieur (1998) – Henry Lesieur: Testimony Before the National Gambling Impact Study Commission, Atlantic City, New Jersey (January 22, 1998) (Institute for Problem Gambling).

    LSE Research: Measuring gambling-related harms: a framework for action 2018 Heather Wardle, Gerda Reith, David Best, David McDaid and Stephen Platt

    Malischnig (2018) – A brief overview of the Austrian gambling regulation and implication for player protection and harm minimization.

    Nower (2015) – Nower L, Eyrich-Garg KM, Pollio DE, North CS. Problem gambling and homelessness: results from an epidemiologic study. J Gambl Stud. 2015 Jun;31(2):533-45. doi: 10.1007/s10899-013-9435-0. PMID: 24395010.

    Schwer (2003) – Schwer, R. K., Thompson, W. N., & Nakamuro, D. (2003, February). Beyond the limits of recreation: Social costs of gambling in southern Nevada. Paper presented at the Annual Meeting of the Far West and American Popular Culture Association, Las Vegas, Nevada.

    Slutske (2016) – Slutske W. S. Natural recovery and treatment-seeking in pathological gambling: results of two US national surveys. Am J Psychiatry 2006; 163: 297–302.

    Stewart (1988) – Stewart, R. M., & Brown, R. I. F. (1988). An outcome study of Gamblers Anonymous. British Journal of Psychiatry, 152, 284 – 288

    Walters (2005) – Walters Glenn, The Effect of a Gambling Lifestyle Group Intervention on Subsequent Disciplinary Adjustment in Male Prisoners Addictive Disorders & Their Treatment 4(1):p 21-28, March 2005.

    Williams (2005) – Williams, R.J., Royston, J., & Hagen, B. (2005). Gambling and problem gambling within forensic populations: A review of the literature. Criminal Justice & Behavior: An International Journal 32(6), 665-689.

    Wong (2010) – Wong, P.W.C. et al. (2010) A psychological autopsy study of pathological gamblers who died by suicide. Journal of Affective Disorders 120, 213-216

    Quer saber mais?
    Leia mais sobre as estatísticas do vício em jogos para diferentes países.